Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Com convidados, Sinfônica executa Mendelssohn, Lalo e Brahms


05/11/2018 - 11:07




A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas (OSMC) recebe dois convidados para as apresentações deste sábado (10), às 20h, e domingo (11), às 11h, no Teatro Municipal José de Castro Mendes: o maestro alemão Stefan Geiger e o violoncelista americano Philip Everest Hansen.

 

 

 

No programa, Félix Mendelssohn, com a obra “Trumpet Overture”; Édouard Lalo, com o “Concerto para violoncelo em Ré Menor”; e Johannes Brahms ,com a “Sinfonia nº 1, OP 68 em Dó Menor”.

 

 

Stefan Geiger é diretor musical da Orquestra Sinfônica do Paraná desde 2016.

Começou sua carreira profissional bem cedo como trombonista solo da Bayerische Staatsoper em Munique e mais tarde na mesma posição com a NDR Elbphilharmonie Orchester em Hamburgo. Em 1996, depois de receber seu diploma em regência e trabalhar como assistente de Christoph Eschenbach, Valery Gergiev e Christoph von Dohnanyi, ele se tornou o diretor artístico da Landesjugendorchester Bremen. De 2002 a 2007, ocupou um cargo de professor e regente visitante junto à orquestra da Hochschule für Künste em Bremen.

 

 

Geiger é o presidente e co-fundador do comitê de seleção do “German Games Music Award”, um concurso em cooperação com a Radio Bremen, que oferece um fórum para jovens compositores que escrevem partituras sofisticadas para jogos de computador. Essa ideia atraiu um grande público. O fluxo da Internet para o evento de 2012 foi um dos posts mais vistos do gênero em “Arte Liveweb”. Na temporada de 2018, Stefan Geiger tem sua estreia no Teatro Colón (Argentina), na Sala São Paulo (Brasil) e na Elbphilharmonie Hamburg (Alemanha).

 

 

 

Philip Hansen

 

 

 

Com sua interpretação marcada por um colorido intenso e pessoal, Philip Hansen transita pela música barroca historicamente informada e pelo jazz, vai da música de câmara ao violoncelo solista com orquestra. Como embaixador do Departamento de Estado de Cultura dos Estados Unidos na Rússia, destacou-se em salas de concerto desde Moscou até o extremo Oriente. Foi artista residente convidado dos conservatórios de Pequim e de Xangai. Por muitos anos, foi professor da Academia Internacional Musical de Provença, França.

Fundador e diretor artístico do Festival de Música de Câmara de Quadra Island, no Canadá, coordena programas inovadores que vão do Barroco em instrumentos de época à música contemporânea.

 

 

Philip organiza, no Brasil e na América do Norte, retiros musicais chamados Cello Zen. Essas oficinas buscam integrar as características individuais da performance com a excelência musical, estimulando a conscientização sobre o movimento corporal através da técnica Feldenkrais. A filosofia de ensino de Philip tem a influência de seus mentores do violoncelo – Steven Doane, Lynn Harrell, Jürgen de Lemos e Patricia Pinkston. Philip Hansen graduou-se na Escola Eastman de Música, em Nova York e na Universidade da Califórnia do Sul.

 

 

Philip é um ávido compositor de música orquestral, de câmara e para instrumento solo. Compôs e apresentou duas obras para violoncelo e orquestra, Elegy e Little Brazil. Foi violoncelista e diretor artístico do FEAR no Music, grupo de música contemporânea residente em Portland, Estados Unidos. Sob sua liderança, o grupo se apresentou pelo país, inclusive no Merkin Hall, em Nova York, interpretando obras escritas especialmente para o conjunto.

 

 

 

Serviço

 

Orquestra Sinfônica de Campinas

 

 

Horário: 10/11, sábado, às 20h; 11/11, domingo, às 11h.

Local: Teatro Castro Mendes (Praça Corrêa de Lemos,s/nº, Vila Industrial. Campinas). Telefone (19) 3272-9359.

Ingressos: sábado - R$ 30,00 (inteira), R$ 15,00 (estudantes, aposentados), R$ 10,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências), R$ 5,00 (estudantes das redes municipal e estadual). 

Valor promocional aos domingos: R$ 6,00 (inteira), R$ 3,00 (meia entrada); R$ 2,00 (professores das escolas públicas e privadas de Campinas e das cidades da Região Metropolitana, pessoas com mobilidade reduzida e portadores de deficiências); R$ 1,00 (estudantes das redes municipal e estadual).


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Arquivo PMC

Foto: Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas | Crédito: Arquivo PMC

Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas