Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Campinas assina protocolo de intenções para a criação da Repac


09/02/2018 - 15:03




Representada pela Secretaria de Gestão e Controle, Campinas participou da assinatura do protocolo de intenções para a criação da Rede Paulista de Controladorias (Repac), em reunião realizada no dia 30 de janeiro em São Paulo com outros 20 municípios do estado. Esta iniciativa é pioneira e tem como objetivo fortalecer os sistemas de controle interno nos municípios envolvidos na Rede. O evento foi organizado pela Controladoria da Prefeitura da cidade de São Paulo.

 

Segundo o documento, a Repac tem como finalidade o intercâmbio de conhecimento e experiências dos órgãos de controle, além de exercer funções de auditoria, acompanhamento financeiro e contábil, orçamentário, operacional e patrimonial entre as Controladorias Paulistas. As reuniões devem ser realizadas entre os membros a cada 45 dias, a partir de março deste ano.

 

Quem representou a secretaria campineira em São Paulo foi o servidor público e assessor da secretaria de Gestão e Controle, Igor Camargo. “No contexto atual, a ligação em rede contribui para o desenvolvimento de boas práticas de controle da Administração Pública. Portanto, a iniciativa tem muito a colaborar no trabalho dos controladores dos municípios de São Paulo”, comentou Igor sobre a criação da Repac.

 

A Rede Paulista de Controladorias será uma entidade de direito privado e sem fins lucrativos – um fórum permanente de controle interno da administração pública paulista. Além de Guarujá, assinaram o Protocolo de Intenções representantes de controladorias dos municípios de São Bernardo do Campo, São Caetano, Guarulhos, Osasco, Franca, São Carlos, Mogi das Cruzes, Barueri, Cotia, Campinas, Taubaté, São José dos Campos, Indaiatuba, Ubatuba e Santos.

 

Atividades

 

Em Campinas, a Secretaria de Gestão e Controle foi criada para dar transparência e fiscalizar licitações e contratos da gestão pública, além de promover o acesso à informação. A função principal é o auxílio à gestão, não só na prevenção de erros e falhas, mas dando subsídios para a correta aplicação dos recursos públicos.


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução