Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Mário Gatti homenageia 330 voluntários que atuam no hospital, nesta 2ª


07/12/2017 - 16:38




 

Homenagear aqueles que dedicam parte do seu tempo atuando em prol do outro. Esse é o objetivo do café da manhã que será realizado nesta segunda-feira, 11 de dezembro, para os voluntários que atuam no Hospital Municipal Dr. Mário Gatti.

 

São 330 pessoas que participam de um dos 25 projetos de humanização desenvolvidos na unidade hospitalar. É o maior contingente de voluntários do Transforma Campinas em um único espaço.

 

Diva Maria Rimoli é uma das voluntárias que atua no hospital. Uma vez por semana ela dá aulas de artesanato e pintura para mães que estão com filhos na UTI. Diva passou por momentos difíceis em 2015 e entrou num processo de depressão. Ela viu tudo mudar quando aceitou o convite para ser voluntária.

 

No começo, ela ficou em dúvida. Aceitou o convite, mas sem saber se continuaria ou não. Hoje, diz que foi a melhor escolha que poderia ter feito. “Voltei a me sentir útil. Agora tenho certeza que se todas as pessoas se doassem um pouquinho, o mundo seria muito melhor”.

 

Diva planeja, no futuro, fazer uma exposição com os quadros pintados pelas mães. “Quando você ganha para fazer um trabalho é muito bom, mas quando você se doa, é maravilhoso. É um amor que sai do coração, é algo que não tem dinheiro que pague”, completou.

 

Reconhecimento

 

A primeira dama e líder do movimento Transforma Campinas, Sandra Ciocci, parabenizou os voluntários que atuam na cidade. "Os voluntários do Transforma Campinas estão de parabéns. É gente que se dedica ao bem do próximo e que revela, em sua doação, a beleza e a força da entrega", disse Sandra.

 

Para o diretor presidente do Mário Gatti, Marcos Pimenta, a ação dos voluntários é essencial, porque traz alegria e conforto para quem está internado no hospital. “Ter essas pessoas conosco é muito gratificante. Torna a permanência dos pacientes mais leve e traz conforto para quem está hospitalizado. Agradeço a cada um pelo tempo e carinho dedicados a este trabalho”, disse.

 

Atualmente, no Mário Gatti são desenvolvidos 25 projetos sob responsabilidade da coordenadoria de Humanização do Hospital. “Os voluntários se tornaram fundamentais para rotina do hospital, eles acabam por ser também o lado bom da saúde e ajudam a diminuir a tensão no ambiente hospitalar. Acabam fazendo a terapia do amor, por meio de ações despretensiosas e muito acolhedoras”, disse a coordenadora de Humanização do hospital, Carmen Olmos.

 

Transforma Campinas

 

O Transforma Campinas é um movimento idealizado pelo empreendedor social de Pernambuco, Fábio Silva, apoiado por entidades assistenciais e pela Prefeitura de Campinas. Teve início em 2015, em Recife, como o nome “Transforma Recife”. Expandiu-se para Petrópolis (RJ) e em 2016 iniciou as atividades em Campinas, onde conta atualmente com mais de 4,3 mil voluntários cadastrados e 117 entidades associadas, inclusive de cidades da região, como Valinhos e Limeira.

 

No município, as vagas preenchidas são desde ações de um dia, que não envolvem formações profissionais específicas, como os “Embaixadores do Afeto”, até ações continuadas, que exigem formação profissional específica, como psicólogos, fotógrafos, professores, jornalistas, dentistas, entre outros.

 

Para se cadastrar no Transforma Campinas é simples. Basta acessar a página do movimento (https://www.transformacampinas.com.br), clicar no link e se cadastrar.

 

Dia Internacional do Voluntário

 

A Organizações das Nações Unidas instituiu o dia 5 de dezembro como Dia Internacional do Voluntário em 1985. A intenção da ONU era promover ações de voluntariado em todas as esferas da sociedade, ao redor do mundo.

 

Os voluntários são aquelas pessoas que têm espírito cívico e interesse por ajudar a construir uma sociedade melhor, dedicando para isso parte do seu tempo em trabalhos sociais, sem receber qualquer tipo de remuneração por isso.

 

Tendo como meta os Objetivos do Milênio, definidos pela ONU em 2000, os voluntários atuam de modo a diminuir a extrema pobreza e a fome, garantir o ensino básico para todos, promover a igualdade entre os sexos, reduzir a mortalidade infantil, garantir a sustentabilidade ambiental, entre vários outros objetivos.


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Divulgação

Foto: Os PalhaGattis atuam como voluntários no Mário Gatti | Crédito: Divulgação

Os PalhaGattis atuam como voluntários no Mário Gatti