Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Polícia autua estelionatário que vendia terrenos em área pública


06/09/2017 - 8:10




Numa operação conjunta realizada pela Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), Companhia de Habitação Popular de Campinas (Cohab-Campinas) e Guarda Municipal, foram identificados nesta terça-feira, 5 de junho, dois homens que estariam vendendo parte de uma área verde de propriedade da Prefeitura Municipal de Campinas, localizada no Jardim Fernanda, região do Aeroporto Internacional de Viracopos.

 

O Comerciante Orlando Rosa Ribeiro e o empresário Roberto Borges Leite, moradores no Jardim Campo Belo I, foram levados até a 2ª Delegacia Seccional de Polícia, onde foi registrado boletim de ocorrência por parcelamento ilegal de solo e estelionato.

 

Uma das pessoas lesadas foi o ajudante geral Eliseu Elias Barbosa. Ele contou aos policiais que comprou um terreno de 125 m2 em dezembro do ano passado mediante uma entrada de R$ 5 mil e mais 60 parcelas de R$ 500, que o negócio ilegal foi feito dentro de um escritório de advocacia e que agora esperava reaver o dinheiro.

 

De acordo com o coordenador do Grupo de Contenção a Ocupações Irregulares, Edison Cunha, o trabalho de fiscalização continua sendo realizado em todas as regiões do município.

 

Estamos trabalhando afinados com a Guarda Municipal e o monitoramento acontece 24 horas por dia. Não vamos permitir construções irregulares e nem adensamentos. Nossas equipes estão nas ruas para impedir e combater todo tipo de irregularidade”, afirmou.

 

Segundo o secretário de Habitação e presidente da Cohab-Campinas, Samuel Rossilho, o poder público está atento. “O nosso alerta é para que, quando uma pessoa for comprar uma propriedade, ela deve procurar a Sehab ou a Cohab para obter informações. Agindo dessa forma ela não será enganada e nem vai perder dinheiro. E nós também contamos com denúncias da população”, completou.

 

Os telefones para informações ou denúncias são (19) 3119-9575 (Cohab) ou (19) 3119-9613 (Sehab).

 


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Divulgação

Foto: Operação conjunta realizada pela Sehab, Cohab-Campinas e GM identificou os acusados | Crédito: Divulgação

Operação conjunta realizada pela Sehab, Cohab-Campinas e GM identificou os acusados