Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Alunos do Culto à Ciência participam de palestra sobre primeiros socorros


10/08/2017 - 17:56




A tarde desta quinta-feira, 8 de agosto, foi especial para os alunos da Escola Estadual Culto à Ciência. Uma equipe do Samu foi até lá para dar uma aula sobre noções de primeiros socorros para os 410 estudantes da escola. A ação mostra o papel do Samu no desenvolvimento de ações de prevenção, levando informação e promovendo a mobilização social. O coordenador do Samu, José Roberto Hansen, conduziu a aula que teve a participação de dois profissionais da equipe, a auxiliar de enfermagem, Patrícia Holick, e o condutor de ambulância, Antonio Aparecido de Souza. 
 
 
 
 
Hansen, que também é ex-aluno da escola, contou que a palestra no colégio faz parte de uma ação que leva informação aos jovens. São realizadas cerca de uma a duas palestras por mês em escolas públicas da cidade. “Mostramos como funciona o atendimento de urgência, como acionar o Samu e quais os primeiros socorros que devem ser prestados em casos como parada cardíaca, afogamento e queimaduras”. 
 
 
 
 
Olhares atentos acompanharam as explicações de Hansen sobre o que fazer em casos de envenenamento ou intoxicação, queimadura, acidentes e suspeitas de acidente vascular cerebral (AVC) ou infarto de miocárdio. Durante a palestra, ele também explicou como funciona o Samu, que existe desde 1995 em Campinas, e atende quase 5 mil chamados por mês. Com três bases na cidade – no Centro, Taquaral e Campo Grande, possui três viaturas de suporte avançado (com um médico, um enfermeiro e um motorista socorrista) e 12 viaturas de suporte básico (com um auxiliar de enfermagem e um motorista socorrista). 
 
 
 
 
O coordenador também detalhou como é feito o atendimento, a partir da ligação recebida pelas telefonistas do Samu. A primeira informação a ser passada é o endereço, com nome da rua, número e ponto de referência. De posse desta informação, a ligação é transferida para um dos médicos reguladores que determinam a prioridade da chamada com base nas informações passadas pela pessoa que está ligando. 
 
 
 
Repercussões 
 
 
“A aula é de grande valia para a escola, e prepara os alunos para situações de emergência”, disse a diretora da escola, Débora Seneme. Abrindo a aula do Samu, a diretora chamou a atenção dos alunos para a importância da palestra para a vida e a segurança dos próprios estudantes, de seus familiares e da população. Débora contou que a escola também recebe palestras de outras instituições como os bombeiros, com o objetivo de informar os alunos sobre como proceder em casos de incêndios, visto que a escola tem uma estrutura antiga e é acompanhada de perto pela corporação, com Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) renovado a cada três anos. 
 
 
 
 
Com o auditório cheio, os estudantes interagiram com o palestrante, responderam perguntas e deram sua opinião sobre o que achavam que deveriam fazer em cada situação apresentada. Para o aluno Breno Caetano, de 16 anos, do 2º ano do Ensino Médio, a palestra foi uma oportunidade para adquirir um conhecimento que pode ser usado no futuro. “É importante que a gente saiba como ajudar uma pessoa que se encontre em uma situação de risco de vida”. A estudante Maria Pennachin, de 15 anos, do 1º ano, já tinha assistido uma palestra sobre primeiros socorros antes, mas estava animada para a aula do Samu. “Todo mundo deve ter um conhecimento básico sobre como socorrer alguém, mas grande parte da população não sabe o que fazer. É preciso aprender mais para lidar com situações que podem ocorrer no cotidiano”, disse. 

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Manoel de Brito

Foto: José Roberto Hansen, coordenador do Samu | Crédito: Manoel de Brito

José Roberto Hansen, coordenador do Samu

Crédito: Manoel de Brito

Foto: Equipe ensinou primeiros socorros | Crédito: Manoel de Brito

Equipe ensinou primeiros socorros

Crédito: Manoel de Brito

Foto: Ação mostrou o papel do Samu em casos de emergência e urgência | Crédito: Manoel de Brito

Ação mostrou o papel do Samu em casos de emergência e urgência