Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Cia. Cenarte apresenta "Dama da Noite" no Teatro Castro Mendes


10/08/2017 - 11:49




Um dos expoentes de sua geração, o escritor, dramaturgo e jornalista Caio Fernando Abreu (1948-1996), autor da famosa frase "livrai-me de tudo que trava o riso",  tem seu conto "Dama da Noite" revisto pela Cia. Teatral Cenarte no monólogo apresentado no Teatro Castro Mendes, na próxima quinta-feira, 17 de agosto, às 21h. A peça, com direção de Walter Rhis, tem  Walace Periza como protagonista.
 
 
Na montagem, o personagem, beirando a meia idade, trava uma conversa casual com um jovem garoto em um bar. Durante todo o tempo, ele conduz o diálogo a partir de sua perspectiva de mundo, suas experiências, anseios e frustrações. "Dama da Noite" fala da morte, da espera de um grande e verdadeiro amor e, principalmente, de como ela se vê à margem do mundo que a rodeia.
 
 
"Ninguém falou mais emocionadamente do amor e da poesia do que Caio Fernando Abreu no conto 'Dama da Noite'. De maneira cáustica e direta, porém com uma delicadeza ímpar", destaca o diretor Rhis.   
 
 
A discussão sobre a proposição de um gênero fluido faz emergir o aspecto plural da fala da Dama, a partir de um discurso que não é só de uma personagem, mas de todos os frequentadores da noite, com suas eternas buscas. "O ator Walace Periza vive a Dama com muita intensidade. Longe das pieguices mirabolantes para atrair  o público, a  sua interpretação impõe dignidade, respeito e aceitação àquela figura que vive sempre à margem da sociedade", frisa.
 
 
Serviço
Espetáculo "Dama da Noite"
Quando:  17 de agosto, quinta, 21h
Onde: Teatro Castro Mendes (Praça Correia de Lemos, s/nº – Vila Industrial – Campinas – SP). Telefone (19) 3272-9359 
Ingressos: R$ 50,00 inteira, R$ 25,00 meia, R$ 20,00 (antecipado e com flyer e venda pelo link www.aloingressos.com.br/dama_da_noite )

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Divulgação

Foto: Cena da peça dirigida por Walter Rhis e encenada por Walace Periza | Crédito: Divulgação

Cena da peça dirigida por Walter Rhis e encenada por Walace Periza