Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Campinas comemora 50 anos da Cati. Prefeito e Arnaldo Jardim prestigiam


19/06/2017 - 18:14




 

  

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, participou nesta segunda-feira, 19 de junho, da solenidade de 50 anos de existência da Cati (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. “Ter a Cati nesses 50 anos em Campinas nos ajudou muito, assim como ajudou o Estado de São Paulo e também o Brasil”, afirmou o prefeito.


 


 

Uma cidade é formada por suas instituições. A Cati tem uma importância muito grande para Campinas. Se hoje o Brasil bate recordes em números nas safras agrícolas das mais diversas culturas, nós devemos a muitas pessoas que passaram pela Cati. O órgão apoia o produtor rural, que usa o conhecimento para produzir melhor, com mais eficiência”, saudou Jonas Donizette.


 


 

A solenidade contou com a presença do secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim; do coordenador da Cati, João Brunelli Júnior; de autoridades municipais e estaduais, produtores e parceiros da instituição. Durante o evento, foram apresentados vídeos e realizadas homenagens. Também houve o lançamento da revista Casa da Agricultura, edição especial 50 anos, entre outras ações.


 


 

Hoje é um dia histórico para todos nós, para a Cati, para a Secretaria de Agricultura, governo de São Paulo, para agricultores e produtores de São Paulo e, ouso dizer, do Brasil. Afinal de contas, aqui está o que nós temos de experiência formidável em assistência técnica e extensão rural, sem nenhum demérito a outros Estados, do que nós temos no País”, disse o secretário de Agricultura e Abastecimento.


 


 

As comemorações contaram com food trucks, apresentações de indígenas e comercialização de produtos, como frutas, hortaliças, doces, mel, pimenta e sucos, por produtores rurais atendidos pela Cati.

 


 

CATI


 


 

A Cati foi criada em 20 de junho de 1967. Tem como missão promover o desenvolvimento rural no Estado de São Paulo. Coordena e executa os serviços de assistência técnica e extensão rural aos pequenos e médios produtores agropecuários. Seu corpo técnico, presente não só na sede, mas em todo o território paulista por meio das 594 casas da agricultura, dos 40 escritórios de desenvolvimento rural e dos 21 núcleos de produção de sementes e mudas, trabalha para que as famílias rurais paulistas se mantenham no campo com emprego, renda, qualidade de vida, e para que a população tenha alimentos de qualidade na mesa e outros serviços e produtos provenientes da agricultura.


 


 

Os programas que a Cati desenvolve têm como objetivo fortalecer o setor agrícola, focando esforços na conservação do solo e da água e nas principais cadeias produtivas do Estado de São Paulo: aquicultura (produção de peixes), bovinocultura de leite, bovinocultura de corte, cafeicultura, fruticultura, heveicultura (cultivo de seringueira) e olericultura (legumes).


 


 

A Cati realiza, em média, 24 mil atendimentos mensais nas casas da agricultura, escritórios de desenvolvimento rural e na sede da coordenadoria. Entre as demandas mais frequentes estão consulta técnica, declaração de conformidade ambiental, receituário agronômico, participação em programas promovidos pela instituição e orientações para projetos.


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Prefeito diz que a Cati ajudou Campinas, São Paulo e o Brasil | Crédito: Carlos Bassan

Prefeito diz que a Cati ajudou Campinas, São Paulo e o Brasil

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Comemoração dos 50 anos teve apresentação de indígenas e comercialização de produtos | Crédito: Carlos Bassan

Comemoração dos 50 anos teve apresentação de indígenas e comercialização de produtos

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Arnaldo Jardim e Jonas Donizette na chegada ao evento | Crédito: Carlos Bassan

Arnaldo Jardim e Jonas Donizette na chegada ao evento

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Cati tem meio século de Campinas | Crédito: Carlos Bassan

Cati tem meio século de Campinas