Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Campinas ganha bicicletário em terminal de ônibus e 4 novas ciclovias


14/06/2017 - 14:48




O prefeito de Campinas, Jonas Donizette, inaugurou nesta quarta-feira, 14 de junho, o bicicletário construído dentro do Terminal Padre Anchieta. Na cerimônia, o chefe do Executivo municipal também assinou Ordem de Serviço (OS) para a construção de quatro novos trechos de ciclovias no município: um na Avenida Theodureto de Almeida Camargo, com extensão de 1,6 km; e outros três trechos no Distrito de Nova Aparecida, que somam 2 km. Os novos trechos totalizam 3,6 km de novas ciclovias.
 
 
 
“Campinas hoje é exemplo de boas práticas administrativas. A bicicleta, nas grandes cidades, é utilizada como um meio de deslocamento que complementa o transporte público e estamos caminhando nessa direção”, afirmou o prefeito Jonas Donizette.
 
 
 
 
O evento contou com a participação de secretários municipais, vereadores e usuários do terminal. O bicicletário do Padre Anchieta tem 112 vagas para bicicletas, distribuídas em 56 suportes de encosto. Cada suporte recebe duas bikes, com dispositivo para serem cadeadas.
 
 
 
A construção foi realizada em área plana com 245 m² de piso de concreto vassourado, com espaço para manobras e desembarque de ciclistas. O local é cercado com gradis e recebeu iluminação. O investimento, da ordem de R$ 80 mil, foi realizado pela Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas (Transurc).
 
 
 
“Esse é um evento simples, mas com um grande significado, pois representa mais um passo na construção do nosso sistema cicloviário. Prosseguimos com a filosofia de integrar o deslocamento de bicicleta com o transporte público, disponibilizando bicicletário em locais estratégicos, como aqui no terminal (Padre Anchieta), para a guarda segura da bicicleta”, explicou o secretário de Transportes e presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Carlos José Barreiro.
 
 
 
Novas ciclovias
 
As ciclovias do Distrito de Nova Aparecida terão, aproximadamente, 2 km. O custo é de R$ 535,4 mil (projeto e obra). A construção será no canteiro central das avenidas Dom Agnelo Rossi e Papa João Paulo II. São três trechos. Todos dão acesso ao Terminal Padre Anchieta. A sinalização será realizada pela Emdec.
 
 
 
O Trecho 1 está localizado na Avenida Dom Agnelo Rossi, a partir da Rua Amantino de Freitas, Praça Paulo Egydio Martins, Avenida Papa João Paulo II, até a Rua Dom Augusto Álvaro da Silva, com extensão aproximada de 1,3 km.
 
 
 
O Trecho 2 fica na Avenida Papa João Paulo II, entre e Rua São Hipólito e a Rua São Tomás de Aquino, com extensão aproximada de 345 m.
 
 
 
E o Trecho 3 será implantado também na Avenida Dom Agnelo Rossi, entre a Avenida Papa João Paulo II e a Rua São Matias, com extensão aproximada de 345 m.
 
 
 
Já a Cicloviva Theodureto de Almeida Camargo terá extensão aproximada de 1,6 km. Localizada no canteiro central da Theodureto, no trecho entre a Avenida Padre Almeida Garret e a Praça 25 de Abril. O custo da obra tem valor de R$ 398,9 mil (projeto e obra). A sinalização também será realizada pela Emdec.
 
 
 
Novos espaços
 
A Emdec também prepara a implantação de mais quatro trechos de ciclovias, que somam 9,2 km. A ciclovia de Barão Geraldo terá 2,1 km de extensão e ligará o Terminal Barão Geraldo até a portaria da Moradia Universitária, seguindo pela Luiz Vicentin e chegando à Avenida Santa Isabel.
 
 
 
A ciclovia Washington Luiz terá 950 m. A Avenida Baden Powell ganhará um trecho complementar da ciclovia já implantada e o Campo Grande também terá um percurso.
 
 
 
Plano Cicloviário
 
A intenção da Administração municipal é de que as ciclovias sejam utilizadas para deslocamentos curtos, integradas com outros modais de transporte, como o ônibus; e não apenas para o lazer. Por isso, a Emdec elaborou um Plano Cicloviário para o município, construído com a participação da sociedade.
 
 
 
Campinas já recebeu, nesta gestão, três ciclovias: Mackenzie (6,7 km, construída no canteiro central da Avenida Isaura Roque Quércia); Norte-Sul (1,3 km, construída no canteiro central da Avenida José de Souza Campos, representando um marco para o município, dentro da implantação do Plano Cicloviário); e Baden Powell (1,6 km, implantada no canteiro central da avenida de mesmo nome, no Jardim Nova Europa).
 
 
 
O Plano Cicloviário contempla a implantação de 181,9 km de ciclovias. Os espaços serão construídos, preferencialmente, no canteiro central das vias. O Plano também abrange a construção de bicicletários em pontos estratégicos. Diferentemente das ciclofaixas, as ciclovias são espaços totalmente segregados do tráfego comum, sendo mais seguras para os deslocamentos.
 
 
Atualmente há 21 km de ciclovias no município.

Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Prefeito assina OS para construção de novas ciclovias | Crédito: Carlos Bassan

Prefeito assina OS para construção de novas ciclovias

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Cerimônia de inauguração do bicicletário | Crédito: Carlos Bassan

Cerimônia de inauguração do bicicletário

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Autoridades em evento no Terminal Padre Anchieta | Crédito: Carlos Bassan

Autoridades em evento no Terminal Padre Anchieta

Crédito: Carlos Bassan

Foto: Secretário de Transportes, Carlos Barreiro | Crédito: Carlos Bassan

Secretário de Transportes, Carlos Barreiro