Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Começa na segunda-feira a 16ª Campanha de Prevenção de Câncer Bucal


19/04/2017 - 15:26




A Secretaria Municipal de Saúde promove, entre os dias 24 de abril e 13 de maio, a 16ª Campanha de Prevenção e Detecção Precoce de Câncer Bucal. Destinada para a prevenção e orientação à população idosa, a campanha ocorrerá nas 61 unidades básicas de saúde em que serão desenvolvidas parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A ação será realizada pelas equipes de saúde bucal das unidades, que desenvolverão atividades educativas com grupos de idosos e exames clínicos individuais.
 
 
Segundo o coordenador de Saúde Bucal da Secretaria de Saúde, Isamu Murakami, serão realizados exames clínicos nos tecidos moles da boca e anexos. Os casos diagnosticados com alterações na mucosa (língua, lábio e bochecha) serão triados para voltar ao Centro de Saúde para um exame mais detalhado e realizar o tratamento específico.
 
 
De acordo com o coordenador, os casos de lesões que apresentarem suspeita de malignidade serão encaminhados para as referências especializadas nos CEO Ouro Verde e na Clínica de Diagnóstico Bucal da Associação dos Cirurgiões Dentistas de Campinas (ACDC). “É muito importante que os idosos que forem se vacinar contra a gripe nas unidades básicas deixem a vergonha de lado e procurem também pelas equipes de saúde bucal para que possam passar por um diagnóstico”, afirmou.
 
 
Murakami reforma que a ação das equipes pretende não apenas diagnosticar, mas também ensinar os idosos a praticar o autoexame de boca, a fim de detectar problemas precocemente. “Nosso objetivo é conscientizar o cidadão e incentivá-lo a criar o hábito de fazer regularmente o autoexame, além de orientá-lo sobre cuidados que devem ser tomados para manter a saúde bucal”, disse. 
 
 
Na campanha do ano passado, 37.823 idosos passaram pelos exames preventivos. Destes, 1.449 apresentaram algum tipo de alteração e foram encaminhados para tratamento. Em 2016, os idosos que passaram pela campanha de prevenção ao câncer bucal representaram 32,5% do total de vacinados contra a gripe. 
 
 
 
Incidência
 
O câncer de boca atinge, em maior incidência, pessoas que fazem uso contínuo de tabaco e álcool, portadores de próteses totais e removíveis e que apresentem algum fator traumático nos dentes, como por exemplo, dentes cariados e pontiagudos e restaurações fraturadas. A má higiene bucal e exposição contínua ao sol sem uso de protetores, também são fatores de risco. 
 
 
No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de boca é o oitavo mais comum entre os homens e o nono entre as mulheres. Em 2015, foram identificados cerca de 11.280 novos casos de câncer de cavidade oral em homens e 4.010 em mulheres. Cerca de 85% dos casos de câncer de boca são curáveis se diagnosticados na fase inicial.

Crédito: Antônio de Oliveira

Foto: Campanha realizada no ano passado: 37.823 idosos passaram pelos exames preventivos | Crédito: Antônio de Oliveira

Campanha realizada no ano passado: 37.823 idosos passaram pelos exames preventivos