Logotipo da Prefeitura Municipal de Campinas
 

Notícias

Vice-prefeito busca recursos do Estado para Assistência e Cidadania


16/02/2017 - 20:18




 

O vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira, reuniu-se na manhã desta quinta-feira, 16 de fevereiro, com o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro. O objetivo do encontro, que aconteceu em São Paulo, foi viabilizar mais recursos para aplicação nas áreas de Assistência Social e Cidadania do município.

 

 

Participaram do encontro as secretárias municipais de Campinas de Assistência Social e Segurança Alimentar, Jane Valente, e dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Cidadania, Eliane Jocelaine Pereira. "Foi uma reunião bastante produtiva e estou otimista de que boa parte das propostas apresentadas serão viabilizadas", afirmou o vice-prefeito.

 

 

Entre os projetos que o vice-prefeito pretende introduzir em Campinas estão a Vila Dignidade, um condomínio de casas voltado para pessoas da terceira idade e de baixa renda. A parceria prevê que a Prefeitura doaria o terreno e o Estado faria a construção das residências. Também foi apresentado o pedido de implantar na cidade um Centro de Convivência do Idoso e um Centro Dia. O primeiro é um espaço voltado para atividades socioculturais, educativas e de lazer. Já o Centro Dia é dedicado às pessoas idosas, semidependentes, cujas famílias não têm condições de dar a atenção que é exigida durante o dia, porque precisam trabalhar ou estudar.

 

 

O secretário estadual de Desenvolvimento Social mostrou-se favorável às propostas. "Tudo se consegue encaminhar. Para a Vila Dignidade, é preciso apresentar um projeto, para que possamos formalizar um processo", adiantou Pesaro.

 

 

Cartão Recomeço

 

 

Considerado uma das portas de entrada no tratamento de pessoas dependentes de álcool e drogas, o Cartão Recomeço tornou-se uma referência em Campinas. O sucesso pode ser atestado pelo número de 32 pessoas em processo de internação e 91 em tratamento na entidade conveniada.

 

 

Pensando em reduzir a fila de espera para atendimento, o vice-prefeito Henrique Magalhães solicitou ao secretário de Estado a ampliação do programa em Campinas. "Vamos estudar a possibilidade de aumentar o número de vagas", disse Pesaro.

 

 

Atualmente, o Instituto Padre Haroldo, entidade conveniada pelo governo do Estado para atender ao Programa Recomeço em Campinas, disponibiliza 97 vagas. O município dispõe de 440 cartões para novas internações.

 

 

Desde a implementação do Programa, há quatro anos, mais de duas mil pessoas foram cadastradas na Coordenadoria Setorial de Políticas de Prevenção ao Uso de Drogas, mas nem todos os casos resultam em internação.

 

 

O Programa é uma parceria da Prefeitura com o governo estadual, com o intuito de oferecer tratamento gratuito aos dependentes químicos, maiores de 18 anos, que busquem voluntariamente a adesão. É repassado o valor de R$ 1.350,00 ao mês por cartão, à entidade parceira do Programa.


Clique aqui para acessar as imagens desta matéria em alta resolução

Crédito: Divulgação

Foto: Secretário estadual e vice-prefeito de Campinas estudam ampliação de recursos para programas sociais | Crédito: Divulgação

Secretário estadual e vice-prefeito de Campinas estudam ampliação de recursos para programas sociais